Alceu Valença

4 Ases do Forró – Elba Ramalho, Moraes Moreira, Geraldo Azevedo e Alceu Valença




Extraia o sumo: 4 Ases do Forró – Elba, Moraes, Geraldinho e Alceu

Faixas:

Alceu Valença – Cavalo de Pau [1982]


Ficha Técnica:


Extraia o sumo: Alceu Valença – Cavalo de Pau [1982]

Faixas:

1 Rima com rima
(Alceu Valença)
2 Tropicana
(Alceu ValençaVicente Barreto)
3 Como dois animais
(Alceu Valença)
4 Pelas ruas que andei
(Alceu ValençaVicente Barreto)
5 Martelo alagoano
(Alceu Valença)
6 Lava mágoas
(Alceu ValençaDominguinhos)
7 Cavalo de pau
(Alceu Valença)
8 Maracatu
(Ascenso FerreiraAlceu Valença)


Vinil enviado por Paulo Afonso [Goiania/GO]

Sunday, May 27, 2007

Alceu Valença – Coração Bobo [1980]

Ficha Técnica:

Direção artística:Mazola

Produção executiva:Sérgio Mello

Assistente de produção:Anelisa Cesário Alvim

Estúdio de gravação:Level – 24 canais

Técnico de gravação:Edu de Oliveira

Auxiliares de gravação:Nestor, Ricardo, João Maria, Antonio Carlos

Direção de mixagem:Sérgio Mello, Alceu Valença

Engenheiro de mixagem:Roberto Marques

Corte:Moura / Estúdios Reunidos

Regências:Alceu Valença

Montagem:Roberto Marques

Capa e fotos:Cafi

Desenho:Vicente Maiolino
Extraia o sumo: Alceu Valença – Coração Bobo [1980]
Faixas:

1. Coração bobo (Alceu Valença)
2. Gato da noite (Alceu Valença – refrão: Sebastião Lopes)
3. Vem morena (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
4. Xô saudade (Alceu Valença)
5. Solibar (Carlos Penna Filho – Alceu Valença)
6. Na primeira manhã (Alceu Valença)
7. Como se eu fosse um faquir (Alceu Valença)
8. Cintura fina (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
9. Eu te amo (Alceu Valença)
10. A moça e o povo (Alceu Valença)
11. Coração bobo (Novena) (Alceu Valença)

Friday, May 4, 2007

Alceu Valença – Ao Vivo [1982]






Extraia o sumo: Alceu Valença – Ao Vivo [1982]

Faixas:

1 Guerreiro
(Alceu Valença)
2 Cavalo de pau
(Alceu Valença)
3 No balanço da canoa
(Toinho de Alagoas)
4 Talismã
(Alceu ValençaGeraldo Azevedo)
5 Casinha de buinha
(Alceu Valença)
6 Eu te amo
(Alceu Valença)
7 Pelas ruas que andei
(Alceu ValençaVicente Barreto)
8 Rainha de Tamba
(Zé do Norte)
9 Fé na perua
(Zé da Flauta)
• Papagaio do futuro (Alberto Paz-Édson Menezes)
• Zig-zag (Alberto Paz-Édson Menezes)
• Deixa isso pra lá (Alberto Paz-Édson Menezes)
10 Lenha no fogo
(Carlos Fernando)
11 Pelas ruas que andei – Replay
(Alceu ValençaVicente Barreto)

Seja membro da comunidade Som Barato no Orkut e participe da nova enquete http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=28240305

“A força dos amigos é importante quanto o sol”
Zé Geraldo

Sunday, April 22, 2007

Alceu Valença – Mágico [1984]

Direção artística: Mazzola

Produção executiva: Paulo Rafael
Gerência de produção: Wellington Luiz

Assistência artística: Eva Strauss

Assitência de produção: Christina Ponce de Leon e Laura

Engenheiro de gravação e mixagem: Emile Elsen

Assistência de gravação e mixagem: Vavá Furquim
Gravado no período de 30 de julho a 25 de agosto no Wisseloord Studios, Hilversum / Holanda

Programação de sintetizadores: Márcio Miranda

Corte: Ivan Lisnik

Capa: Carlos Horcades, J. C. Mello e Alceu Valença

Assistente: Mônica Soffiatti

Foto da capa: Carlos Horcades

Fotos do encarte: Patrícia Mesquita, Wellington Luiz, Vavá Furquim, Firmino, Clávio Valença e Mazola

Arte final: Bruno Esperanza

Extraia o sumo: Alceu Valença – Mágico [1984]

Faixas:
1. Cambalhotas (Alceu Valença)

2. Dia Branco (Alceu Valença)

3. Casaca de Couro (Mourão) (Alceu Valença)

4. Rajada de Vento (Zé da Flauta/Alceu Valença)

5. Solidão (Alceu Valença)

6. Que Grilo Dá (Rock de Repente) (Alceu Valença)

7. A Menina Dos Meus Olhos (Bubuska)

8. Moinhos (João Fernando/Alceu Valença)

9. Maracatu Colonial (Instrumental) (Alceu Valença)

Seja membro da comunidade Som Barato no Orkut e participe da nova enquete http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=28240305

Wednesday, April 11, 2007

O Grande Encontro – Vol.1 [1996]

Extraia o sumo: O Grande Encontro – Vol. 1 [1996]

Faixas:

1 Sabiá
(Luiz GonzagaZé Dantas)
2 Coração bobo
(Alceu Valença)
3 Jacarepaguá blues
(Zé Ramalho)
4 Pelas ruas que andei
(Alceu ValençaVicente Barreto)
5 Talismã
(Alceu ValençaGeraldo Azevedo)
6 O ciúme
(Caetano Veloso)
7 Dia branco
(Renato RochaGeraldo Azevedo)
8 O amanhã é distante
(Bob DylanBabau)
9 Admirável gado novo
(Zé Ramalho)
10 Trem das sete
(Raul Seixas)
11 Chão de giz
(Zé Ramalho)
12 Veja (Margarida)
(Vital Farias)
13 A prosa impúrpura do Caicó
(Chico César)
14 Tesoura do desejo
(Alceu Valença)
15 Chorando e cantando
(Fausto NiloGeraldo Azevedo)
16 Banho de cheiro
(Carlos Fernando)
17 Frevo mulher
(Zé Ramalho)

Seja membro da comunidade Som Barato no Orkut e participe das enquetes http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=28240305

Saturday, March 31, 2007

Alceu Valença – 7 Desejos [1991]

Belíssimos arranjos, letras cheias de sensualidade, músicas cheias de vida. Assim é 7 Desejos, um dos melhores discos lançados pelo cantor e compositor pernambucano Alceu Valença. Começando pelos violões dedilhados de “La Belle De Jour” (que canta a moça bonita da praia de Boa Viagem), passando pela belíssima letra de “Tesoura Do Desejo” (onde os amantes separados encontram-se) e por “Sete Desejos” (onde Alceu pinta um maravilhoso quadro impressionista, com seu “flamboyant vermelho no desmantelo da tarde”), 7 Desejos é poesia musicada em sua melhor forma. Mas o disco não é só romance e beleza: faixas como “Bicho Maluco Beleza” e “Respeita Januário” servem para levantar os ânimos e a poeira, com suas misturas de irresistíveis ritmos nordestinos. Alceu é assim: multicolorido, multifacetado, multitalentoso. [fonte]
extraia o sumo: Alceu Valença – 7 Desejos [1991]

Faixas:
1. Papagaio Do Futuro-Vinheta
2. La Belle De Jour
3. Tesouro Do Desejo
4. Sete Desejos
5. Junho
6. Tomara
7. Bicho Maluco Beleza
8. Papagaio Do Futuro/Coco Das Serras
9. Desprezo
10. Respeita Januário
11. Desejo

Sunday, March 25, 2007

Alceu Valença – Cinco Sentidos [1981]

Nascido em Pernambuco, cresce ouvindo música brasileira nos alto-falantes da feira da cidade, e aos 4 anos participa de um concurso infantil, interpretando Capiba.Nos anos 50 vai com a família para Recife, e mais tarde se envolve em atividades político-estudantis. Participa de festivais no final da década de 60, e em 1970 se forma em Direito, exercendo a profissão por apenas alguns meses. Participou do Festival Universitário da TV Tupi com Geraldo Azevedo, com quem gravou seu primeiro LP, em 1972 e ganhou projeção participando do Festival Abertura, da TV Globo, em 75, com “Vou Danado Pra Catende”. O sucesso mesmo aconteceu a partir de 80 com as músicas “Tropicana” (com Vicente Barreto) e “Coração Bobo”. Poeta e intérprete carismático, com uma obra que mistura as raízes nordestinas com o pop e o rock, já lançou mais de vinte discos, tendo suas músicas gravadas por outros intérpretes como Elba Ramalho (“Chego Já” e “Ciranda da Rosa Vermelha”) e Maria Bethânia (“Na Primeira Manhã”, “Junho” e “Tomara”). Eclético, apresentou-se tanto no Festival de Jazz de Montreux (Suíça) quando no Rock In Rio II, em 1991, tocando logo após o cantor funk Prince. Nos anos 90, fez sucesso com canções como “La Belle de Jour” e “Tesoura do Desejo”. Em 1996, o show “O Grande Encontro”, com Alceu Valença, Elba Ramalho, Zé Ramalho e Geraldo Azevedo, trouxe o artista de volta ao centro dos holofotes, que virou também CD, vendendo mais de 500 mil cópias. Outros sucessos de Alceu: “Talismã” (Geraldo Azevedo/ Alceu Valença), “Papagaio do Futuro”, “Como dois animais” (Alceu Valença), “Cavalo de Pau” (Alceu Valença), “Na Primeira Manhã” (Alceu Valença), “Anunciação” (Alceu Valença), “Solidão” (Alceu Valença), “Pelas ruas que andei” (com Vicente Barreto), “Estação da Luz”, “Amor Covarde”, “Bicho Maluco Beleza” (Alceu Valença), “FM Rebeldia” (Alceu Valença), “Bicho Maluco Beleza” (Alceu Valença) e outros. Em maio de 2003, Alceu grava no Rio de Janeiro “Ao vivo em todos os sentidos”, reunindo vários sucessos em CD e, pela primeira vez, em DVD. Em julho, recebe o Prêmio Tim de Música Brasileira na categoria “Melhor cantor regional”, pelo CD “De Janeiro a Janeiro”, em cerimônia realizado no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Em 2005 lança seu 26º disco solo:“Na embolada do tempo”.

Extraia o sumo: Alceu Valença – Cinco Sentidos [1981]

 

Faixas:

1 Quando eu olho para o mar
(Alceu Valença)
2 Cabelo no pente
(Alceu ValençaVicente Barreto)
3 Fé na perua
(Zé da FlautaAlceu Valença)
4 Guerreiro
(Alceu Valença)
5 Arreio de prata
(Rodolfo AurelianoTito Livio)
6 Cinco sentidos
(Alceu Valença)
7 Tirana
(Alceu ValençaVicente Barreto)
8 Porto da saudade
(Refrão do folclore nordestinoAlceu Valença)
9 Seixo miúdo
(Alceu Valença)

Wednesday, March 21, 2007

Alceu Valença – A Noite do Espantalho [1974]

O Espantalho ataca
Depois de dois anos de muito trabalho, Alceu Valença não tinha conseguido alcançar uma projeção dentro da música popular brasileira. Em 74, o cantor e cineasta Sérgio Ricardo o convida para trabalhar no papel principal do seu filme “A Noite do Espantalho”, filmado em Nova Jerusalém, em Pernambuco. O filme reza na catecismo do cinema cordélico, inaugurado pelo baiano Glauber Rocha em “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, de 1964. Diálogos recitados e músicas intercaladas. Alceu Valença se destaca, numa interpretação lisérgica do Espantalho. [fonte]

Trilha sonora do filme “A Noite do Espantalho” (direção de Sérgio Ricardo), interpretadas por Alceu Valença, Ana Lúcia de Castro, Geraldo Azevedo e Sérgio Ricardo. No filme, Alceu Valença também atua como cantor.

Extraia o sumo: Alceu Valença – A Noite do Espantalho [1974]

Faixas:
1. Canção do espantalho (Sérgio Ricardo) (*)
2. História que se conta (Sérgio Ricardo) (*)
3. Meu nome é Zé do Cão (Sérgio Ricardo) (**)
4. Pena e o penar (Sérgio Ricardo)
5. Tulão das estrelas (Sérgio Ricardo) (***)
6. Pé na estrada (Sérgio Ricardo)
7. Noite de Maria (Sérgio Ricardo) (****)
8. Mutirão (Sérgio Ricardo) (**)
9. Festa do Mutirão (Sérgio Ricardo) (**)
10. Briga de faca (Sérgio Ricardo) (**)
11. Martelo a bala e facão (Sérgio Ricardo)
12. Macauã (Sérgio Ricardo)

(*) Interpretada por Alceu Valença
(**) Interpretada por Alceu Valença com Sérgio Ricardo
(***) Interpretada por Alceu Valença com Sérgio Ricardo e Geraldo Azevedo
(****) Interpretada por Alceu Valença com Sérgio Ricardo e Ana L. de Castro

Monday, March 5, 2007

Alceu valença – vivo! [1976]

Para exemplificar a sua característica performática, vale lembrar um episódio do começo de sua carreira. Estava no Rio para mostrar o show “Vou danado pra Catente”, mas as coisas não iam bem…Os primeiros dias de apresentação foram um fiasco. Para reverter este quadro, Alceu subiu em pernas de paus e, vestido de bobo da corte, saiu pelas ruas do Rio, com seus músicos atras em cortejo musical, tocando e chamando para seu espetáculo – foi um sucesso! A partir daí a imprensa começou a dar atenção a este pernambucano de São Bento de Una…A consagração veio com a capa do Pasquim com o lançamento do disco Alceu-Valença-Vivo de 1976 que é o melhor registro desta sua primeira fase artística.

Alceu Valença seria isso então um compositor que mistura os ritmos nordestinos como forró, maracatu, frevo, coco com outros sons mundiais? Seria um intérprete que veste suas músicas? Um carnavalesco? Um poeta do som? Meio bobo da corte, meio visionário louco? Quem sabe?
Ele mesmo se autodenominava o “ porta-voz da incoerência”, então que se deixe para lá essas definições… Alceu Valença é som e isso basta.
Tatiana Rocha
extraia o sumo: download Alceu valença – vivo! [1976]

faixas:
1 Casamento da raposa com o rouxinol(Alceu Valença)
2 Descida da ladeira(Alceu Valença)
3 Edipiana nº 1(Alceu Valença – Geraldo Azevedo)• Emboladas (Treme Terra-Beija Flor)
4 Você pensa
5 Punhal de prata
6 Pontos cardeais
7 Papagaio do futuro• Emboladas (Treme Terra-Beija Flor)
8 Sol e chuva

Thursday, March 1, 2007

Geraldo Azevedo & Alceu Valença – quadrafônico [1972]

Lançado originalmente em 72, este é o primeiro álbum do cantor e compositor pernambucano Alceu Valença em parceria com Geraldo Azevedo que mostra um repertório bastante rico.

extraia o sumo – download Alceu valença & Geraldo Azevedo [1972]

1 Me dá um beijo(Alceu Valença)
2 Virgem Virginia(Alceu Valença – Geraldo Azevedo)
3 Mister mistério(Geraldo Azevedo)
4 Novena(Geraldo Azevedo – Marcus Vinicius)
5 Cordão do Rio Preto(Alceu Valença)
6 Planetário(Alceu Valença)
7 Seis horas(Alceu Valença)
8 Erosão(Alceu Valença)
9 78 rotações(Alceu Valença – Geraldo Azevedo)
10 Talismã(Alceu Valença – Geraldo Azevedo)
11 Ciranda de Mãe Nina(Alceu Valença)
12 Horrível(Alceu Valença)

Monday, February 26, 2007

Alceu Valença – Espelho Cristalino [1977]

Direção de produção, estúdio e produção executiva: Guto Graça Mello

Assistente de Produção: Carlos Fernando
Direção de produção, estúdio e produção executiva: Guto Graça Mello

Assistente de produção: Carlos Fernando

Arranjos: Alceu Valença, Paulo Rafael

Regências: Alceu Valença

Arranjos vocais: Alceu Valença

Técnicos de gravação: Célio Martins, Edu

Assistentes de estúdio: Guilherme Pires, João Maria

Direção de mixagem: Guto Graça Mello

Técnico de mixagem: Célio Martins

Fotos e layout: Cafi

Coordenação de capa: Vera Roesler

Adaptação gráfica: Joel Cocchiararo
Gravado em 16 canais nos Estúdios Sigla em maio/outubro de 1977

extraia o sumo: download Alceu Valença – espelho cristalino [1977]

1. Agalopado (Alceu Valença)

2. Maria dos Santos (Alceu Valença/Don Tronxo)

3. Anjo de Fogo (Alceu Valença)

4. Veneno (Alceu Valença/Rodolfo Aureliano da Silva)

5. Espelho Cristalino (Alceu Valença – refrão: folclore alagoano)

6. Eu Sou Você (Alceu Valença)

7. A Dança das Borboletas (Alceu Valença/Zé Ramalho)

8. Sete Léguas (Alceu Valença)

Thursday, January 25, 2007

Alceu Valença – Molhado de Suor [1974]

Alceu Valença, com seus pés descalços e cabelos compridos, fez da irreverência o trunfo de sua carreira. Hoje é conhecido por misturar os ritmos nordestinos — como baião, frevo, xaxado e maracatu — ao rock, fado ou sons orientais. Em 75 foi para a rua, vestido de palhaço e com um megafone em punho, chamar o público para seu show Vou Danado Pra Catende. Quando tinha 4 anos, participou de um concurso de interpretação infantil. Cantou uma música de Capiba, mas não levou a caixa de sabonetes, troféu dado ao vencedor. Inconformado, começou a dar cambalhotas na hora da premiação. Ganhou a simpatia das pessoas e os sabonetes também.

Filho da classe média pernambucana, Alceu Paiva Valença nasceu no dia 1º de julho de 1946, em São Bento do Una. Na década de 50, mudou-se com os pais para Recife, onde chegou a se formar na Faculdade de Direito. Sua vida, porém, era participar de festivais de música.

Em 69 foi para a Universidade de Harvard, em Boston, mas, em vez de estudar, passava os dias tocando canções nordestinas em escolas e praças públicas da cidade. Na década de 70, de volta ao Brasil, Alceu viu sua carreira engrenar. Lançou, em 72, um disco em parceria com Geraldo Azevedo. Nesse mesmo ano, num dos momentos mais emocionantes de sua carreira, cantou Papagaio do Futuro com Jackson do Pandeiro no VII Festival Internacional da Canção. Em 74, gravou seu primeiro trabalho solo, Molhado de Suor, que abriu os olhos da crítica. Com o show Vou Danado Pra Catende, de 75, conquistou a admiração do grande público.
extraia o sumo: download Alceu Valença – Molhado de Suor [1974]

1.Borboleta
2.Punhal de prata
3.Dia branco
4.Cabelos longos
5.Chutando pedras
6.Molhado de suor
7.Mensageira dos anjos
8.Papagaio do futuro
9.Dente de ocidente
10.Pedras de sal

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: